quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Crônica do dia: Quem sou...


Vamos lá...
Oi... muito prazer em conhecer, eu sou Sandra Falcão...

Sou aquela menina, irmã mais velha, que nasceu em 4 de dezembro lá no interior de Pernambuco, na cidadezinha de Caruaru, terrinha amada...  Que cresceu entre os dois irmãos, que teve uma família boa, uma mãe presente, uma avó Linda que foi meu xodó, que até hoje guardo muitas saudades dela. Que foi CRIANÇA até os 13 anos, que brincou na rua, que andou de bicicleta, que brincava em baixo da mesa ainda com a boneca...  Que sempre gostou de livros, que gostava de escrever e inventar histórias, que a avó guardou todas, escritas em papel de pão com caneta Bic e depois deixava jogada pelo chão.
Infância maravilhosa!
Das tardes intermináveis, cheias de brincadeiras, sonhos e canções do rádio, de cadernos e agendas, cartas e fotos, tesoura e cola... eu criava minha colcha de retalhos.
Dos lanches de banana amassada com farinha láctea que a Tia Nila (querida) fazia com recheio do mais puro AMOR! Dos banhos de mangueira no terraço que Judite lavava e dos carinhos e mimos das tias e tios  que por um bom tempo só a mim se dedicavam.
O tempo, passou... passou bem rápido, parece que em meio ao corre corre do tempo alguma coisa mudou, a menina cresceu, amadureceu, mas não envelheceu, no íntimo continua menina.
(⁀♥⁀) ✫✫✫.♥ ♥
. `⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫ ♥♥   ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫ ♥


Sandra foi aprendendo a ser gente grande, ainda que precocemente, foi trabalhar primeiro, pra depois estudar (mais)... Mas no fim Deus tem sempre um plano, e as coisas dão certo par quem crê e deseja acontecer.
Como dizia uma amiga sobre minha vida, " você é toda certinha"... nem tanto... mas busquei ser correta. E dos planos que tracei pra mim, quase todos realizei!
Cresci, estudei, me formei, sou Administradora, casei, mudei, fui mãe, engordei, me deprimi, voltei a tona, me cuidei, emagreci! E a minha vida segue... cheia de novidades todos os dias...
Se há algo com o que eu possa me comparar, seria uma BORBOLETA, melhor metamorfose, não há...
E essa simbologia da borboleta não é um acaso... para mim ela tem um sentido MUITO ESPECIAL, pois marcou uma fase muito importante da minha vida, uma experiência vivida de forma muito intensa.. que foi meu Cursilho. ( Explico do que se trata) _ É um encontro de mulheres ( tem para homens também ), realizado pela Igreja Episcopal Carismática aqui de Recife, eu fiz pela RECON - Catedral da Reconciliação. E como Cristã, a experiência é ÚNICA e maravilhosa, LINDA, MÁGICA, uma descoberta de um amor incondicional, que nos faz RENASCER e ver a nossa vida e ao próximo com outros olhos...
E assim passei a ser muito mais AGRADECIDA pela vida a DEUS.

Texto: Sandra Falcão.



Mas como diz a minha querida Martha Medeiros no texto QUEM SOU EU; vou agora com ela BRINCAR ela fala no texto e EU, respondo de cá! =)


Quem sou eu?? Quando não temos nada de prático nos atazanando a vida, a preocupação passa a ser existencial. Pouco importa de onde viemos e para onde vamos, mas quem somos é crucial descobrir.
A gente é o que a gente gosta. A gente é nossa comida preferida, os filmes que a gente curte, os amigos que escolhemos, as roupas que a gente veste, a estação do ano preferida, nosso esporte, as cidades que nos encantam.  ( Eu concordo! )
Você não está fazendo nada agora? Eu idem. Vamos listar quem a gente é: você daí e eu daqui.

Eu sou outono, disparado. E ligeiramente primavera. Estações transitórias.
Já EU, sou verão e inverno, estações antagônicas...

Sou Woody Allen. Sou Lenny Kravitz. Sou Marilia Gabriela. Sou Nelson Motta. Sou Nick Hornby. Sou Ivan Lessa. Sou Saramago.
EU, sou Francis Ford Coppola, CONCORDO com vc, somos Marília Gabriela, e EU sou mais Martha Medeiros,  sou Agatha Cristie e TAMBÉM sou Saramago! 

Sou pães, queijos e vinhos, os três alimentos que eu levaria para uma ilha deserta, mas não sou ilha deserta: sou metrópole. Nesse ponto somos IGUAIS! 

Sou bala azedinha. Sou coca-cola. Sou salada caprese. Sou camarão à baiana. Sou filé com fritas. Sou morango com sorvete de creme. Sou linguado com molho de limão. Sou cachorro-quente só com mostarda e queijo ralado. Do churrasco, sou o pão com alho.
Ih...nas comidas EU sou quase tudo, gosto de tudo menos de carne vermelha e gordura, sou mais as massas e coisas salgadas, não sou de doces e o chocolate não me encanta...

Sou livros. Discos. Dicionários. Sou guias de viagem. Revistas. Sou mapas. Sou Internet. Já fui muito tevê, hoje só um pouco GNT. Rádio. Rock. Lounge. Cinema. Cinema. Cinema. Teatro.
Curti tudo bem assim, você até parece ter falado de mim! 

Sou azul. Sou colorada. Sou cabelo liso. Sou jeans. Sou balaio de saldos. Sou ventilador de teto. Sou avião. Sou jeep. Sou bicicleta. Sou à pé.
Eu sou rosa, preto e bege... Cabelos de lido a ondulado, sou vestidos e saias, e sempre os saltos. Sou ar-condicionado, avião, jeeps, trilhas e bikes... 

Você está fazendo sua lista? Tô esperando.

Sou tapetes e panos. Sou abajur. Sou banho tinindo. Hidratantes. Não sou musculação, mas finjo que sou três vezes por semana. Sou mar. Não sou areia. Sou Londres. Rio. Porto Alegre.
Eu sou casa limpa, muita luz, e janelas abertas. Banho bom e cuidados com a pele. Já fui mais rata de academia, hoje eu sou mais leve comigo mesma, mais alegria. Sou praia, sou sol, sou mar, sou piscina, sou água, sou calor. Sou viagens sempre, já fui mais interior hoje sou metrópole. 

Sou mais cama que mesa, mais dia que noite, mais flor que fruta, mais salgado que doce, mais música que silêncio, mais pizza que banquete, mais champanhe que caipirinha. Sou esmalte fraquinho. Sou cara lavada. Sou Gisele. Sou delírio. Sou eu mesma.
Eu sou mais casa que rua, também sou mais dia, sou mais frutas, sou agridoce e sou  silêncio, (coisa rara hoje em dia). Sou mais comer com a mão do que muitos talheres, sou mais água de coco e suco. Sou unhas longas e escuras. Sou rímel e gloss. Também sou mais a Gisele! AMEI seu texto... fiz minha lista!
Então UM BRINDE A NÓS! 


Agora é sua vez.
Texto de Martha Medeiros.
RESPOSTAS ESCRITAS EM ITÁLICO NA COR LILÁS: Sandra Falcão.

5 comentários:

  1. Nossaaaaaaa adorei ler, muito leve, gostoso, você vai lendo e viajando na própria infância!!!!

    Não me espantarei se num futuro nem tão distante assim, entrar na livraria e ver pertinho de mim o furacão Sandra Falcão!

    haahahha bom relembrar meus tempos de poesias, tenho um fichário com mais de 100, acho que vou lá correndo dar uma lida e relembrar histórias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AH que bom ter vc por aqui Monikita linda =) brigada!
      São planos....obrigada pelos votos de sucesso, espero em breve conseguir essa REALIZAÇÃO! beijos sua linda.

      Excluir
    2. To sempre por aqui!!!!
      Preciso comentar mais ehehhhe

      E seu bloguinho lindo tá la na listagem do meu, com certezaaaa!!!

      bjuxxxxxxxxxxxxxx

      Excluir
  2. Sou apaixonada por Martha e louca para ler esse livro..Acho que de semana que vem, não passa.
    Amei o post...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada Andy =) leia mesmo os livros da Martha são INCRÍVEIS...adoro todos.
      Se QUISER MAIS DICAS DOS LIVROS DELA, VAI NA JANELA "LIVROS" NA GUIA LÁ EM CIMA DO BLOG QUE TEM VÁRIOS QUE JÁ LI!
      BEIJOS

      Excluir